sábado, 2 de janeiro de 2010

Desabafo de uma cidadã





"Preferia que a minha primeira postagem de 2010 fosse sobre uma coisa boa, que trouxesse boas notícias, porém, para minha tristeza essa postagem vem carregada de indignação.

Ao ler a matéria no site Agazeta.net informando que o tal Magaiver dos Santos, que estuprou e matou uma menina de apenas dois anos de idade, está sendo velado numa escola pública, o primeiro sentimento que tive foi de revolta.

Me pergunto como pode alguém do poder público ter autorizado que o velório de um monstro como esse, que tirou a vida de um ser inocente de uma maneira tão brutal, acontecesse numa escola pública?"


Comentário do blog:

Não tem explicação esse ato, foi uma agressão à inocência e à dignidade humana. Mesmo que não se possa fazer nada administrativamente contra ela, essa diretora precisa saber que cometeu uma falha ética imperdoável.

Não tem explicação um estuprador ser velado numa escola pública. Isso foi uma ação isolada de uma diretora, uma ofensa à criança estuprada e morta e à sua família, uma agressão ao bom senso.

Conversei com os dirigentes da Secretaria de Educação e eles ficaram consternados com a notícia. Acho que essa diretora está procurando sarna para se coçar.

Fica o meu repúdio!



2 comentários:

iracema forte caingang disse...

Incompreensível o ato da diretora,mesmo que fosse a mãe do mostro.

ABRAÇOS FELIZ 2010

Lice Soares disse...

Pois é, Moisés... são as terríveis contradições do nosso país, mescladas, sempre, de profunda injustiça e que nos deixa perplexos, cheios de indignação e sem respostas porque ninguém se digna a explicar (Mas,afinal, há explicação?)
Parabéns pelo texto e pelo grito. Devemos mesmo gritar. Sempre!
Abraços.