quarta-feira, 23 de junho de 2010

Ter medo de errar de vez em quando faz bem



Ando com um medo danado de escrever. Os nervos andam muito à flor da pele, os ânimos exaltados. Os adversários não perdoam e o TRE está com as antenas ligadas.

E, para completar, fui indicado a uma das cinco vagas abertas na Academia Acreana de Letras. Um erro gramatical me deixaria em apuros. Escrever, agora, ficou mais complicado, porque os adversários vão agarrar-se até nas crases ou será agarrar-se às crases?

Bem, o que sei é que a luta pelo poder não perdoa erros, não amacia adversários e faz da disputa eleitoral uma guerra surda, sem irmãos e capaz de enlamear quem jamais imaginou comer com os porcos.

Acho que vou postar poesias e contos e peças de teatro que cada um faz parte em nome do povo. Vou escrever sobre a beleza dos rios e os encantos da chuva, a imaginação criativa dos velhos pajés e o choro seguro dos curumins.

Ter medo de errar sempre faz bem.

3 comentários:

Valterlucio disse...

Faz isso não, caro. Escreva sobre a política, sobre os fatos e as versões. Voce tem a responsabilidade de manter o debate saudável. A "blogosfera acreana" já anda tão de cabeça baixa, silente... Como diria a miss dos anos sessenta, lembrando o único livrinho que leu, voce é responsável por aquilo que cativas. Heheheheh

joanadarcativistadh disse...

MOISÉS é Impagável e Oportuno esse
POST...Reenvia-O Para Springfield
Cruzeirenses!!!

JOANA D'ARC VALENTE SANTANA,EU SOU!

Anônimo disse...

TER MEDO DE ERRAR TALVEZ FAÇA BEM, O QUE NÃO FAZ BEM É TER MEDO DE ERRAR PARA SATISFAZER UMA BURGUESIA PARASITA. ABRAÇO CAMADA!!!(EDIVAN TK)