domingo, 20 de junho de 2010

Em que Céu dorme Saramago?



José Saramago declarava-se ateu. Aliás, Saramago era um ateu militante. Saramago foi o único escritor de renome mundial que escreveu abertamente sobre Deus, provocando ódio e paixão.

No seu livro mais polêmico "Evangelho segundo Jesus Cristo", Saramago mostra um Jesus que perdeu sua virgindade com Maria Madalena.

"Caim", seu livro mais recente, gerou polêmica ao afirmar: "A Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade e do pior da natureza humana".

Nessa semana, José Saramago, aos 87 anos, despediu-se de seus milhões de leitores. O único escritor de língua portuguesa a receber o Nobel de Literatura.

Em que Céu dorme Saramago? Onde descansam aqueles que não acreditam na existência de Deus? O pavoroso Inferno seria o seu destino, apenas porque negaram a existência do Céu, de Deus e de seus Anjos?

Ninguém pode julgar os desígnios de Deus. Todavia, como um simples mortal que habita a Via Láctea, ao sul de um planeta chamado Terra, eu acredito que Deus não comete injustiça.

Deus não iria lançar Saramago no fogo eterno dos abismos porque um de seus filhos ousou duvidar de sua existência.

Saramago escreveu sobre a existência humana, de forma incomparável, bela e magistral, falou das misérias do homem e de seus sonhos.

Saramago soube fazer de uma lágrima uma letra, um sorriso, um parágrafo, um medo, uma exclamação, um beijo, uma vírgula, uma dor, uma lauda, uma inquietude, um ponto.

Saramago amava o Deus que ele não via, escrevia sobre os seus desígnios que incomodavam a humanidade, sobre a malandragem humana em usar o sacrossanto nome de Deus.

Saramago tinha Deus dentro do coração e, sem saber, amava Deus muito mais do que muitos prelados corruptos e pedófilos. Saramago amava Deus muito mais do que os tiranos da história que se ajoelhavam aos pés de cardeais, para comprar-lhes a honra e erguer as suas catedrais.

Saramago, agora, dialoga com Deus e se ressente de nunca ter visto a sua face. E Deus o abraça e acalma a dor da ausência dos seus.

Saramago, agora, escreve sobre um outro Deus. Aquele que ama e perdoa e cuida dos pequenos da Terra, que não tolera cultos pagãos, como roubar o suor do semelhante, escravizar, pagar salário injusto ao operário, torturar.

Saramago, agora, dialoga com o Deus verdadeiro, aquele que ele não conseguia ver nas ações perversas da humanidade.

Conheça um pouco da intimidade de Saramago no VARAL DE IDÉIAS.

5 comentários:

Terra Náuas disse...

Saramago com suas letras não tolerava a acomodação dita "cristã" diante das injustiças. Afirmou muito mais Deus ao negá-lo do que outros a alardearem o seu nome em benefício próprio. Saramago deve ter ficado diante do mistério do improvável e do absurdo que deve ser a vida após a morte. Pena que não possa ainda escrever sobre este encontro ...

Anônimo disse...

Meu caro deputado,

Como o senhor consegue escrever coisas tão bonitas e ainda ter tempo de participar da política?

E como é aguentar aquele time de analfabetos? O N. Lima falando MENAS verdade, rsss

MOISÉS DINIZ disse...

Caríssimo anônimo,

Obrigado pelo elogio. Mas, quanto aos analfabetos, permita-me propor uma correção.

Não tem sido o grau de estudo que determina a qualidade dos parlamentares.

Todavia, reconheço que a ausência das letras tem provocado alguns constrangimentos.

Acho que, o que determina um bom parlamentar é um conjunto: história limpa, origem nos movimentos sociais, partido sério, fiscalização e controle social dos mandatos e estudo, claro.

Liis disse...

Acho que acreditar em Deus e na Biblía relativamente não indicam uma ida ao céu. O que conta para Saramago ou qualquer pessoa são seus atos.
Muito interessante ver alguém do parlamento dissertando sobre esse tipo de assunto.
Parabéns...

joanadarcativistadh disse...

É 'MOISÉS' SALTA AOS OLHOS ATENTOS
A DELICADEZA COM A CONSTRUÇÃO DAS
LETRAS,FORMAÇÃO DAS FRASES E,CLARO,
O TEXTO RESULTANTE NUM CRESCENDO...
PENSO QUE NESSES MOMENTOS,'ALGUNS'
SINTAM-SE INCOMODADOS POR TEREM
ABDICADO DAS 'SALAS DE AULA'!!!!!!!
AO 'TERRA NÁUAS',QUERO CRER QUE ELE
SARAMAGO,INQUIETO,COMO ELE SÓ,VAI
NOS SURPREENDER ATRAVÉS DE 'DIÁLOGO
COM DEUS...PSICOGRAFADO'.JOANA D'ARC VALENTE SANTANA